quarta-feira, 21 de dezembro de 2005

D. Aloísio sugere pressão para mudanças na Igreja

O cardeal dom Aloísio Lorscheider, arcebispo emérito de Aparecida (SP) e ex-titular da Arquidiocese de Fortaleza (CE), sugeriu em Campinas (SP) ''pressão'' para mudar estruturas da Igreja Católica. Ele convocou religiosos a propor debates durante a 5ª Conferência-Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe (Celam), que ocorre em 2007 no Santuário de Aparecida. ''Os caminhos não estão fechados, mas tem de haver pressão'', observou. Segundo ele, temas como direitos humanos e pluralidade religiosa deverão ser discutidos no encontro.Questionado, o cardeal não soube dizer se mulheres, indígenas e africanos poderão participar da conferência. ''Não posso garantir, mas desejo que estejam presentes. Quem decide é a Santa Sé. Temos de dar sugestões'', insistiu. Ele lembrou que a ordenação de padres casados chegou a ser colocada em votação pelo papa Paulo VI em 1971, mas a maioria disse não. ''A questão não está excluída. O problema tem de ser levantado, assim como a ordenação de mulheres'', afirmou o cardeal. ''João Paulo II fechou a questão em seu pontificado, o que não quer dizer que não possa ser retomada agora'', alegou. Uma religiosa apontou que precisam ser revistas outras questões delicadas, como a participação efetiva na igreja de divorciados e seus filhos, além dos homossexuais, ''excluídos sem misericórdia dos sacramentos''. ''Você tem razão'', respondeu d. Lorscheider, acrescentando que ''os bispos ficam numa situação terrível porque não sabem o que fazer''. (Fonte.: O Povo - Fortaleza CE)

Um comentário:

King Of Hearts disse...

Greetings for X'Mas & New Year
http://www.kingshuk05.blogspot.com/